SERVIÇOS
Orçamentos Grátis
Dicas para escrever textos para o site da sua empresa

Dicas para escrever textos para o site da sua empresa

Sabia que 55% de todas páginas, que são visualizadas online, apenas recebem 15 segundos de atenção? E que a maior parte das pessoas apenas lê 20% do conteúdo de um artigo?

 

escrever textos

 

Já falamos sobre a importância de ter um site, em diversos artigos aqui no blog, e sobre a necessidade de procurar um profissional experiente, capaz de criar um site atrativo. No entanto, para além do visual, existe um ponto que é tão ou mais importante: o conteúdo.

Conseguir escrever textos com qualidade para o seu site pode fazer toda a diferença na angariação de novos clientes. No entanto, percebemos que as empresas açorianas ainda têm muita dificuldade em escrever a descrição do “sobre nós” e dos serviços da sua própria empresa.

Seria de esperar que esta fosse uma tarefa fácil para a pessoa que criou o negócio. Mas percebemos que não é bem assim. A grande parte das empresas, nos Açores, tem equipas pequenas e nem sempre é fácil dispensar tempo para a escrita desse conteúdo. Por isso, criamos este artigo para servir de “guia” para escrever textos para o site da sua empresa.

 

E POR ONDE COMEÇAR?

 

1º- Analisar os websites da concorrência

Perceber como é que as empresas da mesma área organizam e escrevem os seus conteúdos é um excelente ponto de partida, seja empresas a nível regional, nacional ou internacional. Isto serve apenas para entender o tipo de linguagem que usam, como é que comunicam e que tipo de informações disponibilizam nos seus websites.

 

2º – Reunir toda a informação que tem sobre a empresa

Antes de começar a escrever textos, reúna toda a informação e material que tem sobre a empresa, como flyers, panfletos, recortes de jornais, anúncios, emails, apresentações e orçamentos que envia para os seus clientes. Existe uma grande probabilidade de já ter toda a informação de que precisa.

 

3º – Retirar a informação desatualizada

É provável que parte dessa informação esteja desatualizada, porque a empresa e a equipa cresceu e talvez já não tenha todos os produtos ou serviços que oferecia há dois anos. Assim, risque a informação que está desatualizada e acrescente aquilo que há de novo na sua empresa.

 

No caso da sua empresa ser nova e, por isso, ainda não tem nenhum tipo de texto escrito sobre o negócio, poderá seguir as dicas que lhe apresentamos aqui:

 

SOBRE NÓS

É no “sobre nós” ou “quem somos” que os seus potenciais clientes poderão conhecer melhor a empresa, os serviços que oferece e perceber o seu posicionamento no mercado. Assim, é extremamente importante escrever textos para o “sobre nós” que sejam claros e atrativos, pois pode fazer toda a diferença se um cliente escolhe trabalhar consigo ou com outra empresa concorrente.

O “sobre nós” pode ser dividido em 3 parte essenciais:

 

– História: É sempre interessante conhecer a história de uma empresa, quem a idealizou, quem a formou, como é que começou e até onde chegou. Isto porque as pessoas identificam-se muito mais com uma história real e, desta forma, criam mais empatia e simpatia pela empresa em questão.

 

como escrever o sobre nós

 

– Missão, visão e valores: Poderá fazer um apanhado geral da missão e valores da empresa ou, então, poderá dividir em secções. Aqui é importante focar nos benefícios, ou seja, o importante é mostrar ao cliente como é que a sua empresa pode resolver o problema/necessidade do cliente.

 

– Equipa: Poderá dedicar uma secção à sua equipa, mostrando cada uma das caras por de trás da empresa, falando um pouco sobre cada uma delas (nome, cargo, currículo, interesses e curiosidades). Esta é outra forma de se aproximar e criar relação com o consumidor, especialmente, num meio pequeno como o nosso, onde todos nos conhecemos.

 

Estas são algumas das questões a que deve responder antes de começar a escrever o “sobre nós”:

– Quando surgiu a empresa?

– Como surgiu a empresa? Por qual motivação?

– Quem foram os seus fundadores?

– Quantas pessoas faziam parte da equipa na altura?

– Quantas pessoas compõem a empresa atualmente?

– Quais serviços/produtos que oferece?

– Porque eu (cliente) deveria adquirir seu produto/serviço?

– O que difere a sua empresa das concorrentes?

– Qual é a missão da empresa (porque é que existe, qual seu propósito maior, a quem ela se destina)?

– Qual é a visão da empresa (onde quero chegar)?

– Algum facto curioso sobre a empresa?

– Eventos/datas importantes/relevantes da empresa? (ex: Novas instalações, novos sócios, parcerias;

-Quais são os valores que a representam? (responsabilidade, compromisso, diversidade, inovação, integridade, segurança, humildade, honestidade, confiança, empatia, foco, paixão, criatividade, etc)

 

PRODUTOS E SERVIÇOS

É no menu dedicado aos produtos ou serviços que deverá demonstrar, em maior extensão, os benefícios e as soluções que você tem para oferecer. Aqui, terá de ficar bem claro como é que o seu produto ou serviço pode ser uma mais-valia para o cliente, demonstrando como é que a vida dele seria melhor ao trabalhar com a sua empresa.

Assim, e para facilitar ao máximo a experiência dos utilizadores no seu website, deverá dividir os seus produtos ou serviços em categorias. Poderá definir as categorias “principais”, como, por exemplo, Vinhos, e dividi-las em subcategorias, que neste caso seria Tintos, Brancos e Rosés.

 

Questões a que deve responder por produto/serviço:

– O que é o produto/serviço (descrição e características)?

– Como se diferencia da concorrência?

– A quem se destina?

– O que é que eu ganho (cliente) ao adquirir esse produto/serviço? (benefícios)

 

blog

 

BLOG

O blog é das partes mais importantes de qualquer website, uma vez que é capaz de cativar as pessoas com conteúdos úteis e interessantes, proporcionando, assim, interatividade e proximidade com os leitores e potenciais clientes. Ao escrever textos para o blog  (artigos, notícias, novidades, dicas, etc) é possível inserir links internos para outras páginas do website, criar títulos chamativos, de acordo com os termos mais pesquisados pelo seu público nos motores de busca, como o Google, e muitas mais estratégias, que vão lhe ajudar a trazer mais visitas.

Portanto, o blog permite: aumentar as visitas ao website; transmitir conhecimento e saber; criar proximidade com o cliente; criar parcerias, escrevendo sobre outros negócios; diferenciar da concorrência e muito mais.

 

E como começar a escrever textos para o blog? Estes são os passos essenciais que lhe vão orientar na escrita de qualquer tipo de artigo para o seu blog:

 

– Tópico + resumo: Comece por escolher o tópico para o seu artigo, que poderá ser bastante genérico, inicialmente. Primeiro, faça uma pesquisa das palavras-chave mais procuradas nos motores de busca. Só desta forma poderá perceber aquilo que realmente as pessoas procuram saber e, assim, responder a essa procura. Por exemplo, poderá começar a escrever sobre email marketing. Depois, à medida que vai avançando, poderá criar abordagens diferentes, que vão dar foco ao seu texto. No final, pode acabar com um título como “5 razões porque a sua empresa precisa do email marketing”.

 

– Introdução: É muito importante prender a atenção do leitor na introdução. Caso contrário, você pode perdê-lo logo nos primeiros parágrafos. Isto pode ser feito de diversas formas, como, por exemplo, apresentar um dado estatístico interessante ou começar com uma história. Só depois, deverá explicar o propósito do seu artigo, apontando o problema que você irá resolverá.

 

– Desenvolvimento em tópicos: Ao contrário de um livro, se escrever um artigo longo e sem destaques, as pessoas vão acabar por desligar-se da leitura. A dica é organizar as informações, usando seções, listas, dicas, e outros tipos de esquemas. Desta forma, a leitura torna-se mais “leve” e fica mais fácil do leitor reter a informação importante.

 

– Rever e editar: É extremamente importante assegurar-se de que o artigo não tem qualquer gralha e, para isso, poderá pedir a um colega que o leia. Reveja a formatação e assegure-se de que o seu artigo é de fácil leitura (como indicado no ponto anterior). Para além disso, elimine termos muito técnicos e jargões desnecessários, isto só irá complicar a compreensão do seu texto e escolha uma imagem visualmente atrativa e relevante para o artigo.

 

– Call-to-Action: No final do artigo, recomendamos usar um call-to-action (CTA), para levar o leitor a realizar uma ação dentro do website e, assim, conduzi-lo pelo processo de compra. Alguns exemplos de CTAs são os pedidos para seguir nas redes sociais, para subscrever a newsletter, deixar um comentário, visitar determinada página do website ou fazer o download de algum documento, para complementar a leitura.

 

– SEO: Quando terminar de escrever, otimize o seu artigo para os motores de busca, usando aquelas palavras-chave que escolheu no início. No entanto, é importante relembrar que não deve tentar incluir o máximo número de palavras à toa. Se conseguir fazer isso e não afetar a experiência do leitor, muito bem. Caso contrário, não o faça, porque o Google consegue perceber isso e prejudicar o desempenho do seu artigo.

Para além disso, pode usar o Yoast, uma ferramenta de SEO para sites wordpress, que lhe oferece algumas orientações sobre como otimizar o seu artigo.

 

yoast

 

Deverá, ainda, criar a metadescrição, que é a descrição abaixo do título da página do artigo, que aparece nos resultados da pesquisa do Google. Essa descrição apresenta um breve resumo e deverá cativar as pessoas, de tal forma que queiram saber mais sobre o assunto e clicar no artigo. Reveja também se consegue encurtar o URL, para torná-lo mais user friendly.

 

– Título: O título do artigo é, sem dúvida, aquilo que leva as pessoas a clicarem nos links. Por isso, deve estar bem relacionado com o tema discutido ao longo do texto e deve, acima de tudo, ser chamativo. O truque é conhecer bem o seu público e os seus hábitos de pesquisa, para que assim consiga oferecer a solução ao seu problema. Recomendamos, também, que o título seja definido apenas depois de escrever os textos, para assim evitar falsas expectativas.

 

IMAGENS

Quando alguém entra no seu site, a primeira impressão que tem é, sem dúvida, das imagens/fotografias lá presentes. Isto pode fazer a diferença entre a pessoa ficar ou sair imediatamente do site, sem sequer ler a informação lá disponível. Eis algumas opções para arranjar as imagens necessárias:

 

a) Contratar um fotógrafo profissional

Imagens reais de produtos, serviços, das instalações e de pessoas, são as melhores imagens que pode ter no seu site. Assim, para garantir que o seu site tem imagens apelativas e de qualidade, poderá procurar uma empresa para fotografar o seu escritório, os seus produtos e a sua equipa, como é o caso da AcoresPro.

 

b) Tirar você mesmo as fotografias

Outra opção é você, ou alguém da empresa, tirar as fotografias. Poderá simular reuniões, fotografar o ambiente de trabalho, fotografar a equipa individualmente ou em conjunto, mostrar os produtos que vende e muito mais. No entanto, é preciso ter em atenção alguns aspetos importantes, para garantir boas fotografias, como a luz, tipo de equipamento e edição.

 

c) Usar bancos de imagens

Os bancos de imagens podem ser muito úteis, se nenhuma das opções anteriormente apresentadas for possível. Existem aqueles que são gratuitos e os que são pagos. Por exemplo, o Unsplash e o Pexels são bancos de imagens gratuitos. Esta é a solução mais económica e rápida. No entanto, é a menos apelativa, porque não está a mostrar a realidade da sua empresa e porque muitas outras empresas já utilizam essas mesmas imagens nos seus sites.

 

“E se eu não quiser escrever textos para o site da minha empresa?”

Existem várias empresas que fornecem serviços de copywriting, como é o caso da AcoresPro. Temos profissionais qualificados e com experiência em escrever textos para várias áreas de negócio e que lhe podem ajudar na escrita de conteúdos para o seu site.

 

Se sente que as nossas dicas ainda não são suficientes para conseguir escrever bom conteúdo, fale connosco! Basta enviar-nos um pedido de contacto, através do nosso formulário no site, ligar diretamente para o 296 684 900 / 916 636 504 ou enviar email para geral@acorespro.com.

Postado por: Cátia Soares